2 de dezembro de 2015

A noiva adormecida

"E todos choravam e a pranteavam; e ele disse: Não choreis; não está morta, mas dorme." Lucas 8:52
A noiva de Cristo é você. Ainda que você pense: minha fé é muito vacilante, ou não sou tão esforçada espiritual como deveria. Seja como for o seu comportamento, a partir do momento em que você firmou um compromisso com o Senhor Jesus, você passou a ser sua noiva.
O que tem causado comentários entre as pessoas hoje em dia, é o modo que a noiva de Cristo está reagindo diente das coisas do mundo. Alguns tem a impressão de que a noiva está morta, porque ela não reage.
Mas o Senhor Jesus, sabe que a noiva não está morta, ela apenas dorme. E o sono da noiva é motivado por um único motivo: o esquecimento do compromisso com o Noivo.
A noiva de Cristo no início se sentia motivada a estar sempre na presença do Senhor, buscando a Sua face e a Sua presença. Hoje, se contenta em apenas orar antes de dormir, já com muito sono e ainda se desculpando porque o dia foi cansativo e não teve tempo para conversar com o Noivo. 
Quando esquecemos qual é a nossa prioridade, fica fácil deixar de lado o que é mais importante.
E é isso que tem acontecido com a noiva de Cristo nestes dias.
Se esquecendo que ela está no mundo, mas que não pertence ao mundo, a noiva de Cristo vai de modo sonolento se esquecendo de sseu compromisso, e sua rotina na vida espiritual se resume a isso:" Um pouco a dormir, um pouco a cochilar, outro pouco deitado de mãos cruzadas, para dormir." Provérbios 24:33
Será que o sono espiritua não está nos fazendo esquecer do que é mais importante para aquela que tem o título de noiva de Cristo?
Vamos caindo nesse sono de modo gradativo, nem nos damos conta. Tudo começa no dia em que vai se apagando aquela chama de estar sempre na presença do Senhor em oração.
Dobramos os joelhos para orar, sentimos sono, o cansaço é mais forte e a oração rápida.
No dia seguinte, corremos para o trabalho e é tanto estresse duranto todo o dia que quando percebemos já é tarde e não chegamos nem mesmo a dizer um "bom dia" para o Senhor, e muito menos lhe pedimos que abençoasse nosso dia.
A noite chega, e para as casadas é o momento de preparar a janta, tentar colocar as coisas no lugar, ouvir o que os filhos tem a contar sobre o dia, dar atenção ao esposo. Para as solteiras, chegar em casa do trabalho ou da faculdade ou escola, é o momento de descanso, de desacelerar da loucura do dia.
E o dia enfim termina. E qual foi o tempo reservado para Cristo? Ah sim, ainda se consegue orar antes de dormir, mas são palavras rápidas pois o sono já chegou e as idéias ficam um pouco confusas quando ele chega!
Cuidado! O sono espiritual está betendo a sua porta e você está dando permissão para ele entrar!
Estão são apenas alguns sinais do sono espiritual que pode adormecer a noiva da Cristo:
-não sente mais vontade de ir à casa de Deus;
-ora pouco, ou praticamente não ora mais com fervor;
-tem preguiça de ler a Palavra de Deus;
-não tem mais prazer em falar das coisas de Deus;
-imagina que outras coisas são mais importantes que seu relacionamento com o Senhor.
São muitos os sinais de sonolência espiritual, mas como já foi dito, ele é gradativo. Assim como primeiro ficamos pouco atentas e até mesmo moles quando estamos começando a ficar com sono, o sono espiritual começa da mesma forma. Nós não prestamos atenção que ele está se aproximando, pelo fato de estarmos pouco atentas. Em seguida vem aquela moleza, uma falta de ânimo e tudo o que queremos é que ninguém nos incomode. Até que por fim o sono vem.
Só existe um modo de cortar os efeitos do sono espiritual em sua vida: através do contato com o Noivo.
O Noivo está sempre disposto a conversar, nunca está cansado para recebê-la e não vai lhe jogar na cara todo o tempo que você esteve dormindo.
Você pode ter dormido, ou pode ser que você esteja neste exato momento sendo vítima dos sintomas de sono espiritual. Acorde enquanto há tempo! O sono só servirá para que você esqueça o compromisso que tem com o Noivo, e se você esquecer deste compromisso não vai mais se preocupar em se preparar para Ele. Este é o grande perigo.
Não considere como coisa sem valor os sintomas de sonolência espiritual. Por causa dele, há muita noiva de Cristo cochilando pelo mundo, esquecida do compromisso que fez um dia com o Senhor, e quando o Senhor voltar para buscar sua noiva que se preparou, a noiva adormecida não terá tempo de acordar e se preparar para se encontrar com Ele. Então, acorde, levante-se já!
"Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do Senhor vai nascendo sobre ti." Isaías 60:1

15 de abril de 2015

Não dê ouvidos à multidão

"Não seguirás a multidão para fazeres o mal; nem numa demanda falarás, tomando com a maioria para torcer o direito." Êxodo 23:2
Vivemos numa sociedade onde os bons exemplos são ridicularizados e os maus exemplos são exaltados como se fossem os melhores a serem seguidos.
Para quem assiste novela, já não é mais novidade quando a mocinha da trama se envolve com outro homem mesmo estando casada, e apesar de estar em adultério, a maioria do público torce para que ela seja feliz com o amante!
Isto não acontece somente nas novelas, nos filmes os exemplos não são os melhores. Filhos rebeldes que desafiam os pais e dão a última palavra. Pais submissos que acobertam as coisas erradas que os filhos fazem e ainda dizem que fazem isso por amor.
Nem as crianças estão livres desse pensamento que aquilo que é errado deve ser chamado de certo. Nos desenhos é muito comum encontrar a personagem que faz maldade sendo aplaudida como herói.
E nós, o que faremos com tantas vozes nos dizendo que o que é errado é certo, porque a maioria pensa que é assim?
O Senhor nos dá um conselho valioso neste versículo do livro de Êxodo 23:2, e nos alerta a não seguir a multidão para fazer o mal.
Alguns pensam: "mas não há mal algum em se assistir uma novelinha, ou um filme de violência e rebeldia, o que um desenho faria para uma criança?" Nossas idéias podem se formar a partir das coisas que assistimos também.
Alguns autores de novelas costumam dizer estas duas frases a respeito daquilo que escrevem que vira uma trama no horário nobre: a vida imita a arte, a arte imita a vida.
Com isso, querem dizer que a vida imita exatamente o que é passado nas novelas e também as novelas retratam o que se passa no dia a dia das pessoas. Percebemos então, que os exemplos da vida das pessoas não são os melhores a serem seguidos.
Como é que poderemos dar bom testemunho de nossa vida cristã, seguindo o que diz a multidão? Se a multidão ao menos fizesse o bem, seria um bom exemplo a ser seguido, mas nós sabemos que não é isso que acontece.
Um ditado extremamente mentiroso que muitas pessoas repetem é este: "A voz do povo é a voz de Deus." Definitivamente, isso é uma grande mentira. Se a voz do povo fosse realmente a voz de Deus, o mundo não estaria como está.
As pessoas confundem liberdade com libertinagem, prazer com auto-destruição, livre arbítrio com instinto. E depois que a vida está de ponta cabeça, ainda querem culpar Deus! Afinal, quem fez estas escolhas, elas ou Deus?
Se você quer um bom conselho, não siga o que diz a multidão. Continue dando bom testemunho de Cristo nas suas atitudes, ainda que alguns digam que é ridículo você viver conforme a palavra de Deus num mundo tão moderno. 
Você é ovelha de Cristo, não do mundo. Pare de ouvir as vozes da multidão e ouça a voz do Senhor: "As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem." João 10:27
 

9 de abril de 2015

O silêncio do marido

"Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida." Provérbios 31:12
A casa está arrumada. As almofadas sobre o sofá compõem o ambiente de harmonia das cores, o tapete da sala está devidamente varrido, não há louças sujas sobre a pia e o banheiro está em seco e em ordem. No quarto, as fronhas combinam com a colcha de cama. Tudo está organizado.
Seu marido chega e não percebe coisa nenhuma. Aliás, ele nunca comenta a respeito da organização da casa.
Algumas mulheres ficam frustradas com esse comportamento da parte do marido, mas é porque ainda não entenderam que o silêncio do marido nesta parte é um bom sinal!
O homem não é realmente educado para prestar atenção nos detalhes domésticos. Certamente, foram educados por uma mãe que fazia tudo em casa, ou tinham irmãs que cuidavam da limpeza e talvez sua parte fosse apenas a de dobrar o pano da cama e não jogar seus tênis pela casa. Desde cedo, é bom educar filhos homens para que não sejam aqueles que fazem a bagunça, mas que se responsabilizem por sua parte não bagunçando a casa para outras pessoas limparem.
Você pode pensar: "mas se ele não comentou nada, significa que ele não gostou ou que ele nem notou que eu organizei a casa!"
Um homem passa a falar a respeito da casa e da sua organização, quando a esposa com quem é casado é negligente. Já pude presenciar cenas em que o marido dizia na frente de todos o que o incomodava quando chegava em casa, da falta da janta pronta no horário, das louças que acumulavam na pia. Isso para a mulher é vergonhoso, pois cada um tem seu papel dentro do lar. Se seu marido trabalha fora e você somente em casa, e ainda assim você espera que quando ele chegue ele lave todas as louças acumuladas na pia, organize a cozinha e faça a janta, você está indo na contra-mão!
Um marido insatisfeito certamente vai falar o que o está incomodando dentro de casa, e quando ele falar, esse será para você um sinal de alerta. Se ele nunca encontra cuecas limpas, as camisas estão sempre amassadas no guarda-roupas e você se prontificou a ser responsável nesta parte e não está fazendo sua parte, então ele tem motivos para reclamar.
O marido que fica em silêncio quando a casa está toda organizada, não quer dizer que seja um marido mal agradecido ou desligado. O silêncio dele neste caso deve soar para você como um agradecimento, pois ele consegue se situar dentro do próprio lar sem ter que lhe chamar a atenção. 
A aprovação do marido para a esposa neste caso se dá com o silêncio. Ele não tem do que reclamar e por isso não irá fazer comentários. Isso significa que ele está casado com uma mulher competente, que não come o pão da preguiça.
Mas porque os homens não elogiam então quando a casa está em ordem? 
Imagine-se agora trabalhando em uma empresa. Cada funcionária está encarregada de digitar uma pilha de relatórios. Você faz assim como deve ser feito, encerra todos os relatórios e seu chefe não aparece para lhe agradecer pelo seu trabalho. Mas porque?
Simples. Quando casamos, temos responsabilidades dentro do lar. São coisas que automaticamente deverão ser feitas por nós, e nosso marido não estará de cinco em cinco minutos nos agradecendo por fazê-las, porque estas coisas já estão em nossa responsabilidade. Não é o seu marido que as colocou em suas mãos, mas já faz parte do casamento cada um assumir o seu papel.
Por acaso encontramos esposas dizendo todos os dias para seus maridos: obrigado por trabalhar, obrigado por trazer o sustento para nossa casa, obrigado por nunca faltar um dia no trabalho??? Certamente elas se sentem agradecidas, ainda que não digam, pois elas sabem que cabe ao homem ser o provedor do lar, ainda que elas trabalhem para ajudar nas despesas, cabe a ele trabalhar fora e sustentar a família. Esse é seu papel de marido.
Não se frustre mais. Se você arruma tudo e seu marido não lhe agradece, não pense que ele não se sente agradecido. Ele reconhece que você faz bem a sua parte, e como a mulher virtuosa, você lhe faz bem e não mal todos os dias da sua vida.
Se seu marido falar, fique atenta. Mas se ele ficar em silêncio depois que você colocou toda a casa em ordem, sinta-se feliz! Nem sempre a aprovação vem com palavras, mesmo o silêncio pode dizer muitas coisas!

3 de abril de 2015

Série: O discípulo e o crente - Parte 45

• Ao crente é pregada somente a salvação pelo Sangue de Jesus; O discípulo toma a Santa Ceia e anuncia às potestades do ar a vitória de Cristo sobre elas, para a Glória de Deus.
 "Sujeitai-vos portanto a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." Tiago 4:7
O que mais vemos nos dias de hoje são crentes fugindo do diabo. O que não sabem na verdade, é que não precisam fugir dele, pois aquele que se sujeita à vontade de Deus, faz com que o diabo automaticamente fuja!
Nós temos o poder de colocar o inimigo em fuga, acredita!
A partir de hoje, ao invés de dizer que está sofrendo retaliação do inimigo e que ele a está atacando, concentre-se nas suas próprias atitudes.
Você realmente tem sido obediente a Deus? Tem feito a vontade do Senhor ou somente a sua própria vontade? Você está se sujeitando ao que Deus lhe manda fazer, ou está fazendo tudo pela metade somente para não dizer que está desobedecendo completamente?
Algumas pessoas resistem ao diabo, e ainda assim são atacadas, porque não estão se sujeitando a Deus em primeiro lugar. Este é o segredo em 2 passos e o 3º passo é a conclusão de ser fiel:
 
1º Sujeitar-se a Deus;
2ª Resistir ao diabo;
3ª Como consequência, o inimigo foge de nós!

Não vai adiantar apenas você resistir ao diabo se o seu coração não tem disposição de se submeter a Deus.

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos O crente segue tentando limpar-se para ser digno de Deus; o discípulo não se olha mais e faz a obra na fé de que Cristo já o limpou. 

Fique ligada!

28 de março de 2015

Namoro virtual

"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida." Provérbios 4:23
É seguro iniciar um namoro pela internet? Num mundo onde é muito comum o contato virtual, podemos nos sentir tentadas a crêr que um relacionamento iniciado assim é confiável. Afinal, pela internet as pessoas revelam suas vidas de um modo que não fariam no "mundo real", escondendo-se atrás de avatares e perfis.  O perigo está quando o que é revelado não é verdade. Vamos ver dois relatos de namoros iniciados pela internet:


No início, ele era calmo...
"Devia ter 19 anos quando conheci meu ex-namorado em uma comunidade de música. Passeando pelo perfil dele, vi que nosso gosto musical era parecido, e resolvi falar com ele, que havia terminado um namoro seis meses antes. No início, mostrou-se bem agradável e calmo. Logo no primeiro mês, já me vi bastante envolvida, mas não demorou muito para os primeiros impasses aparecerem. Ele se mostrou fortemente preso ao passado. Tornou-se muito depressivo e, por vezes, agressivo. Estava preso à memória da ex-namorada. Tratava-me com um misto de carinho e indiferença. Comecei a me tornar uma mistura de mãe, psicóloga e melhor amiga. Mais tarde, quase uma amante. Vimo-nos, pela primeira vez, seis meses após o começo de tudo. Ele tinha um estilho de vida sombrio demais e reclamava o tempo todo. Raríssimas vezes, eu o vi sorrir. Percebi tarde demais que ele estava sugando as minhas forças. Passei a ser contagiada pela sua melancolia. Acordava cansada, ia trabalhar e estudar sempre triste e estava sempre irritada. Foi preciso mais de um mês para que eu percebesse que tinha alcançado níveis inaceitáveis de tristeza e autodepreciação, até que ele confessou que havia voltado para a ex-namorada. Meu mundo caiu! Não conseguia ver minha vida sem ele! Hoje estou muito bem. Tive muito medo de me tornar amarga e não conseguir amar mais ninguém por medo de uma nova decepção, mas, graças a Deus, hoje, meu coração está leve." G.M. 22 anos, assessora de imprensa.


Meu presente de Deus
"Conheci meu esposo em uma sala de bate-papo quando procurávamos amigos para conversar. Na época, eu não era evangélica. Ele, sim. Passamos uns três meses no chat, depois teclamos pelo MSN e nos falamos pelo telefone. Fui criando confiança, até que resolvemos marcar um encontro. Fui ao trabalho dele, mas, antes, procurei saber se era verdade que ele trabalhava no local. Contudo, pensava: será que vou conhecê-lo? Porque não tínhamos trocado fotos ainda. Porém, quando nos encontramos, sabíamos quem éramos! Depois desse e de outros encontros, começamos a namorar. Em respeito a ele e por curiosidade em conhecer a igreja, o acompanhava nos cultos, aos domingos. Converti-me e continuamos o namoro. Quando ele me pediu em casamento, todo mundo sabia, menos eu. Sabe a célebre cena de ficar de joelhos, pedir sua mão e abrir a caixinha com a aliança que eu tinha sonhado? Por isso falo que ele é meu presente de Deus." Maria Verônica de Lima Souza, 41 anos, secretária executiva, casada com o administrados David Barros Pereira, 27 anos.

Depoimentos extraídos do Jornal Show da Fé, Ano 5- N° 52

É como uma faca de dois gumes relacionamentos iniciados pela internet: pode tanto ser prejudicial para a vida de alguns como bênção na vida de outros. O único que não deve ser ouvido nesta questão deve ser o coração, porque o Senhor nos alerta:"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?" (Jeremias 17:9) Cuidado com os conselhos do coração, ele não foi feito para ser conselheiro e pode orientá-la mal!
E na sua opinião, namoro virtual é bom ou ruim?

22 de março de 2015

Noiva rebelde

"Estendi as minhas mãos o dia todo a um povo rebelde, que anda por caminho, que não é bom, após os seus pensamentos." Isaías 65:2
O que um noivo faria se tivesse uma noiva rebelde? Com certeza ficaria contrariado com a conduta dela, e cansado de tanta rebeldia, a deixaria.
Agora, imagine se o Senhor Jesus fizesse isso conosco também, o que seria de nós?
Há muita noiva de Cristo rebelde por aí, que anda por caminho que não é bom, seguindo o que diz seu próprio pensamento. Ela se acha muito madura e segura de si, e apesar de "querer mostrar" aos quatro ventos que é noiva de Cristo, anda como ovelha desgarrada, próxima demais do lobo que a espreita.
A noiva rebelde brinca com o pecado como quem brinca com fogo: "Porventura tomará alguém fogo no seu seio, sem que suas vestes se queimem?" Provérbios 6:27 Já sabemos a resposta para essa pergunta, e a noiva rebelde também sabe a resposta, mas nem assim deixa de brincar com o que a princípio pode parecer prazeroso, mas que lhe trará prejuízos futuros na vida espiritual, e até mesmo comprometer seu compromisso com o Noivo para sempre.
O Noivo é tão bondoso, que mesmo vendo a rebeldia da noiva, não a rejeita, mas estende a mão para ajudá-la. Mas ela não quer ajuda, porque a sua rebeldia e seu pecado a separa do Noivo.
Ela está pisando em terreno perigoso com sua rebeldia. Aparentemente, ela ainda parece uma noiva de Cristo: vai aos cultos regularmente, canta, sempre sai com a Bíblia na bolsa, mas seu coração está longe do Noivo.
Em seu coração, há uma sede pelos prazeres do mundo, e ela começa a se apaixonar pelo mundo, se esquecendo do seu compromisso com o Noivo.
Sem que ninguém perceba a princípio, ela começa sua jornada rumo ao caminho largo. Começa com conversações que são desagradáveis à Deus, assiste programas impróprios, frequenta lugares onde seus pés não deveriam pisar, navega em sites impróprios, ouve músicas contrárias a tudo o que ela aprendeu na casa do Senhor, e quando menos esperar a rebeldia já estará morando em seu coração e ditando as regras.
Não se apaixone pelo mundo! Seja fiel ao seu compromisso com o Noivo. Ouça o que o Senhor diz: "Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele." 1 João 2:15
Não pense que conseguirá ao mesmo tempo amar o Senhor e amar o mundo. "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro." Mateus 6:24a
Você consegue se ver apaixonada por duas pessoas diferentes ao mesmo tempo? Então porque imagina que conseguiria conciliar a paixão pelo mundo e o amor pelo Senhor?
A noiva rebelde ainda tem uma chance: voltar ao primeiro amor. Recordar de como o Noivo a recebeu com tanta alegria, a ajudou nos momentos difíceis, enxugou suas lágrimas e foi fiel em tudo o que lhe disse.
Não seja imprudente como a noiva rebelde. Não rejeite a mão estendida do Noivo. 
Se você percebe que seu coração já não é mais o mesmo, e está crescendo dentro dele ainda que seja uma pequena paixão por aquele que não é seu Noivo, mas que é contrário a tudo o que o Noivo é, rejeite este sentimento.
Seja fiel. Não faça parte do grupo das "ex-noivas" de Cristo, que romperam o compromisso por causa da paixão avassaladora pelo mundo. Esse tipo de paixão não vale a pena, não há nenhuma segurança. É tão insegura quanto a chama de uma vela, que assim que queimar todo o pavio, se apaga.
A noiva rebelde se comporta de modo infiel, mas o Noivo permanece o mesmo: "Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo." 2 Timóteo 2:13

16 de março de 2015

Série: O discípulo e o crente - Parte 44

• Os crentes se reúnem para buscar a presença do Senhor; o discípulo carrega a Sua presença através do Espírito Santo.
Buscar a presença de Deus deve ser sempre a meta daquele que serve ao Senhor. Mas além de buscar a Sua Presença, é preciso compreender que a nossa vida deve ser o testemunho vivo de que Cristo vive em nós.
Se tudo o que as pessoas sabem sobre Jesus através da sua vida, só é conhecido pelas suas palavras, enquanto suas atitudes são o contrário do que deveria ser a conduta de um cristão, então você está na verdade dando um mal testemunho, porque não vive aquilo que prega.
O crente sempre se preocupa em buscar a face de Deus, porque sabe que andar na presença Dele é garantia de um caminho reto.
O discípulo também busca a face do Senhor, e através de sua própria face, resplandece a presença de Deus em Sua vida pelo Espírito Santo que habita dentro dele.
Tanto o crente, quanto o discípulo estão corretos em sua conduta como foi dito acima. Porém, o discípulo não fica contente apenas em buscar a face de Deus para si, mas de revelá-la em seu rosto para todos com quem convive.
"Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto." Isaías 55:6

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos • Ao crente é pregada somente a salvação pelo Sangue de Jesus; O discípulo toma a Santa Ceia e anuncia às potestades do ar a vitória de Cristo sobre elas, para a Glória de Deus.
Fique ligada!

10 de março de 2015

As testemunhas

"Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta." Hebreus 12:1
Por onde você passa, há pessoas lhe observando. Às vezes, não nos damos conta disso, mas a verdade é que tudo o que fazemos está sendo julgado pelas pessoas que nos rodeiam. Alguns julgam mal nossas boas atitudes, e outros julgam bem, vendo exatamente quais eram as nossas intenções.
O fato, é que tanto os outros quantos nós estamos constantemente observando o comportamento das pessoas.
Através de uma atitude podemos dizer quem a pessoa é. Um chefe estúpido e grosseiro será facilmente visto pelos seus funcionários como uma pessoa rude. Uma esposa que reclama o tempo todo e murmura será vista pelo marido e pela família como uma mulher insatisfeita. E uma cristã  que tem o comportamento contrário ao caráter de Cristo, de que modo será vista por todos?
Muitas mulheres se dizem cristãs, mas tem um comportamento que diz ao contrário do que elas realmente são. Vivem de casa em casa, contando fofocas, tudo é motivo para verem maldade e nunca estão dispostas a orar ou interceder pela vida de ninguém, a não ser por suas próprias vidas. Demonstram um comportamento egoísta frente as necessidades do próximo, mas pensam no seu coração que estão vivendo conforme a vontade do Senhor!
Na verdade, quem vive desse modo está se enganando e ainda dando um mau testemunho diante das pessoas que ainda não conhecem Jesus. 
Se você não está disposta a dar um bom testemunho nos lugares que frequenta, pare de frequentá-los, pois só assim o nome do Senhor não será blasfemado pelo seu mau comportamento! Pareço muito dura falando desse modo? Mas esta é a realidade, se tudo o que fazemos diante das pessoas que testemunham nosso comportamento, vai fazer com que elas se afastem mais e mais do Senhor, estamos então fazendo um desserviço ao reino de Deus, não estamos contribuindo em nada com a obra do Senhor.
Se para você, dar um bom testemunho diante daqueles que não servem à Deus, é algo difícil, então é hora de parar e conversar com o Senhor e lhe contar a sua dificuldade.
Algumas pessoas, mesmo cristãs dizem: "Eu faço o que eu quiser, ninguém tem nada a ver com a minha vida!" Mas se esquecem que todo cristão é embaixador do Rei Jesus, e a finalidade de um embaixador é ir na frente e anunciar que o Rei, alguém extremamente importante está para chegar. "De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse." 2 Coríntios 5:20
Como é que você pretende fazer isso dando mau testemunho? Quem vai querer conhecer Jesus se você que deveria fazer o trabalho de embaixadora do reino de Deus se comporta de modo vergonhoso diante do mundo?
Nossas atitudes em alguns casos, valem mais que mil palavras. Você pode ganhar pessoas para Jesus em seu trabalho, no meio da sua família somente com seu bom testemunho, ainda que você não fale diretamente de Jesus para elas. Pense se suas atitudes não tem afastado as pessoas de conhecer o Senhor. 
Lembre-se que todos os dias as pessoas são testemunhas do que fazemos. Dê bom testemunho, você e o reino de Deus só tem a ganhar. 

4 de março de 2015

Eu sou de Jesus?!

Você diz no seu coração que pertence à Jesus, até parar para pensar e perceber que dúvidas pairam no ar. A sua vida não muda, parece andar para trás, e você pára para se analisar:
  • Eu sou de Jesus, mas ainda falo palavrão;
  • Eu sou de Jesus, mas faço fofoca da vida alheia;
  • Eu sou de Jesus, mas nunca encontro tempo para ler a Palavra de Deus;
  • Eu sou de Jesus, mas não tenho a menor disposição para orar;
  • Eu sou de Jesus, mas sinto inveja das pessoas;
  • Eu sou de Jesus, mas assisto programas indecentes na televisão;
  • Eu sou de Jesus, mas navego em sites imorais na internet;
  • Eu sou de Jesus, mas não gosto de participar dos cultos na igreja;
  • Eu sou de Jesus, mas uso roupas sensuais com decotes provocantes;
  • Eu sou de Jesus, mas faço coisas que Deus desaprova.
Será que eu sou mesmo de Jesus??? Responda para si mesma.
"E tudo o que não provém da fé, é pecado." (Romanos 14:23b)


26 de fevereiro de 2015

Série: O discípulo e o crente - Parte 43

O crente pede que os outros orem por ele; o discípulo ora pelos outros.
"Orai sem cessar." 1 Tessalonicenses 5:17
Conhece o "crente 6 hora?" Parece brincadeira, mas é assim que ele é conhecido entre os irmãos de fé, e isto nada tem a ver com horário!
Está sempre dizendo:"Irmãos, 6 hora por mim porque..." 
Ele parece não confiar no poder da própria oração que faz, e assim por onde passa, vai pedindo a oração de todos que encontra. Ainda não desfruta de uma intimidade com Deus a ponto de apenas orar e confiar.
Não que seja errado pedir que alguém ore, mas o erro está em estar sempre dependente da oração das outras pessoas, ao invés de ficar na dependência de Deus, que sempre ouve nossas orações quando lhe dirigimos com coração sincero.
O discípulo sempre ora, seja por suas próprias questões, seja pelas questões das pessoas que lhe pedem. Ele é o preferido na "lista de pedidos de oração" do crente!
Qual deles você tem sido ultimamente? O que pede, ou o que ora?
Porque sempre pedir que alguém ore por você, se você mesmo pode ter acesso ao Pai através de Jesus Cristo, dobrando os seus joelhos em oração à Deus? 

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente veremos - Os crentes se reúnem para buscar a presença do Senhor; o discípulo carrega a Sua presença através do Espírito Santo.
Fique ligada!


20 de fevereiro de 2015

Deus diz para as esposas

  • "...e a mulher trate o marido com todo o respeito."(Efésios 5:33)
  • "Que a esposa não se separe do seu marido."(ICoríntios 7:10b)
  • "Mulheres, sejeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor."(Efésios 5:22)
  • "...poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus maridos e seus filhos."(Tito 2:4)
  • "Uma esposa exemplar; feliz quem a encontrar. É muito mais valiosa que os rubis."(Provérbios 31:10)
  • "Então o Senhor Deus declarou: Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda."(Gênesis 2:18)
  • "A beleza é enganosa, e a formosura é passageira; mas a mulher que teme o Senhor será elogiada."(Provérbios 31:30)
  • "Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu."(Cantares 6:3)
  • "...seu marido também a elogia dizendo: Muitas mulheres são exemplares, mas você a todas supera."(Provérbios 31:29)

    14 de fevereiro de 2015

    Deus diz para os maridos

    • "Seja bendita a sua fonte! Alegre-se com a esposa da sua juventude."(Provérbios 5:18)
    • "Maridos, ame cada um a sua mulher e não a trate com amargura."(Colossenses 3:19)
    • "Da mesma forma, os maridos devem amar cada um a sua mulher como a seu próprio corpo."(Efésios 5:28)
    • "Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra..."(I Pedro 3:7)
    • "Maridos, ame cada um a sua mulher, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se por ela..."(Efésios 5:25)
    • "O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros."(Hebreus 13:4)
    • "...o Criador os fez homem e mulher e disse: Por essa razão, o homem deixar[a pai e mãe e se unirá à sua mulher..."(Mateus 19:4,5)
    • "Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe."(Mateus 19:6)
    • "O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com a sua mulher..."(I Coríntios 7:3)

    8 de fevereiro de 2015

    Série: O discípulo e o crente - Parte 42

    • O crente se retira quando incomodado; o discípulo expulsa quem realmente quer incomodá-lo, os demônios.
    "Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns..."(Hebreus 10:25a)
    O que mais se encontra são crentes peregrinos e errantes pelo caminho. Não que eles não tenham onde congregar, mas simplesmente se incomodam com as situações da vida cristã na congregação e por isso saem mundo afora, pulando de galho em galho. 
    A desculpa que geralmente dão, é que não puderam permanecer onde estavam porque "alguém" os incomodou, ou não concordou com seu ponto de vista, ou se sentiu ofendido. Suas desculpas estão sempre ligadas às emoções, e por causa de uma emoção ruim, ele simplesmente sai da congregação que está sem se dar conta de que é o único a ter prejuízo com esse tipo de atitude.
    O discípulo tem uma visão muito diferente. Quando é incomodado no lugar onde congrega, busca a Deus em oração, que lhe responde claramente que o inimigo está em ação contra sua vida e sua fé.
    Então, ele se posiciona como soldado de Cristo, se fortalece com a armadura de Deus, e expulsa o inimigo que quer quebrar a comunhão que ele tem com o Senhor e com os irmãos.
    Antes de sair por aí peregrinando por causa da atitude de alguém que feriu seus sentimentos onde você congrega, pergunte a si mesma: "com esta atitude estou sendo apenas uma crente, ou uma verdadeira discípula de Jesus?"


    Na próxima postagem da série O discípulo e o crente veremos O crente pede que os outros orem por ele; o discípulo ora pelos outros.
    Fique ligada!

    2 de fevereiro de 2015

    Sem maquiagem

    "O Deus Eterno disse: "Vejam como as mulheres de Jerusalém são vaidosas! Andam com o nariz para cima, dão olhares atrevidos e caminham com passos curtos, fazendo barulho com os enfeites dos tornozelos. Por isso, eu, o Deus Eterno, vou castigá-las: raparei a sua cabeça e as deixarei carecas." Naquele dia, o Senhor tirará das mulheres de Jerusalém todos os seus enfeites: os que elas usam nos tornozelos e na cabeça, os colares, os brincos e as pulseiras. Tirará os véus, os chapéus e os enfeites para os braços e os cintos e faixas. Tirará os frascos de perfume, os talismãs, os anéis e as argolas de usar no nariz; os vestidos luxuosos, os mantos, os xales e as bolsas; as saias transparentes, os lenços de linho, os turbantes e as mantilhas. Em vez de andarem perfumadas, elas vão cheirar mal; em vez de cintos finos, usarão cordas grosseiras. Não farão penteados bonitos, mas ficarão carecas. Não usarão roupas finas, mas sacos de pano grosseiro. A beleza delas vai virar uma feiúra de dar vergonha!" (Isaías 3:16-24, tradução Linguagem de Hoje)
    Agora, pare para pensar: De que modo o Senhor a vê?
    As mulheres de Jerusalém descritas aqui, por fora, ostentavam uma aparência deslumbrante, mas o Senhor nunca se deixa enganar pela aparência de ninguém.
    Quantas vezes nós nos comportamos assim também, como igreja de Cristo? Temos uma aparência de que estamos vivas, cheias do Espírito Santo, nascidas de novo, mas o Senhor nos olha e não vê nada disso.
    O que mostramos nada mais é que uma porção de "enfeites e maquiagens espirituais" que cobrem quem realmente somos apenas diante das pessoas. O que o Senhor vê, nada mais é que vaidade de coração, é nossa tentativa de mostrar ser algo que na realidade não somos!
    Confronte-se com a sua própria verdade: Se as pessoas que lhe conhecem soubessem o que se passa no seu coração, e a sua opinião a respeito delas, e o que você comenta sobre elas quando estão ausentes, elas continuariam lhe respeitando? Elas ainda dariam crédito ao seu testemunho de cristã? Ou isto as decepcionaria profundamente? Será que você não está apenas tentando "pousar" de boa moça para que todos admirem seu bom testemunho, apesar de saber lá no fundo, que esse testemunho que você transparece é falso?
    Jesus não pensou duas vezes antes de dizer aos fariseus e escribas que eles não passavam de hipócritas por mostrar o que não são, tentando enganar as pessoas com uma religiosidade falsa e mesquinha, baseada na aparência:"Ai de vós escribas e fariseus hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia." (Mateus 23:27)
    O nosso Deus não compactua com a mentira, porque Ele é a Verdade.
    Qual tem sido a sua verdade como igreja de Cristo hoje? Você pode dizer que já chegou a hora de tirar a maquiagem?

    27 de janeiro de 2015

    Círculo vicioso

    "Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações." 1 Pedro 3:7
    Discussão, horas de silêncio, lágrimas, perdão, reconciliação. Briga, mais horas de silêncio, mais lágrimas, perdão, reconciliação. Gritaria, portas batendo, longas horas de silêncio, outras tantas lágrimas, perdão, reconciliação. 
    Já percebeu que isso se torna um círculo vicioso na vida de alguns casais?
    A impressão que passam, é que se o relacionamento não está girando ao redor de algum conflito, eles não tem razão para conviverem juntos na mesma casa!
    O que fazer nestes casos, quando as brigas já se tornaram parte comum do dia a dia, como se fosse uma rotina? Quando tudo é motivo de discussão, desde a escolha da nova cor da parede da sala, até o lugar escolhido para se guardar os talheres? 
    Muitos casais não percebem que estão num círculo vicioso, e o pior, muitos não estão dispostos a quebrá-lo, pois a quebra deste círculo para alguns significa humilhação, ter que ceder, dar o braço a torcer, deixar o orgulho de lado e admitir que algumas vezes também estão errados.
    Essa é a questão principal: o orgulho. O orgulho é o principal vilão nas discussões entre um casal, pois um tenta provar para o outro que o seu ponto de vista é o melhor, e que o outro está errado, quando a verdade é que o outro pode muitas vezes nem estar errado, tem apenas um ponto de vista diferente.
    O círculo pode ser quebrado, mas é preciso que alguém dê o primeiro passo. Quem quer ter sempre a última palavra em todas as discussões, estará mais sujeito a se deixar levar pelo orgulho, por não aceitar uma opinião contrária. Será que seu problema não tem sido o orgulho, que lhe impede de perceber quando seu esposo tem razão de reclamar ou de lhe chamar a atenção?
    Não precisamos ter a razão todas as vezes. A palavra de Deus nos orienta desse modo:" Se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens." Romanos 12:18
    Uma vez, eu estava muito entusiasmada com meu estudo de língua espanhola. Tinha montado uma grade de estudo para seguir durante a semana, e passaria a maior parte do dia estudando o idioma, cerca de seis horas diárias e algumas poucas horas estudando a palavra de Deus.
    Fui comentar com meu marido, achando que ele ficaria feliz sabendo que eu estava me dedicando a aprender um novo idioma num curso intensivo montado por mim mesma através de sites de estudo em espanhol. Sabem o que ele me disse? "É... está dando tempo demais para o estudo do espanhol e pouco tempo para o estudo da Bíblia." Aquilo para mim foi como um balde d'água fria. Ainda pensei em discutir, retrucar e perguntar se ele não estava feliz de ter uma esposa esforçada em aprender, e se ele não acha que gasta muito mais tempo fazendo coisas que não são necessárias, mas não fiz isso.
    Não permiti o orgulho me dirigir e não tentei entrar em uma discussão, onde eu teria a última palavra e diria que eu estava certa em ir atrás dos meus objetivos. Na verdade, através da repreensão do meu marido, Deus estava me orientando!
    Ainda há casais que vão mais longe no círculo vicioso, e cada vez que uma discussão começa, um acusa o outro:"A casa está uma bagunça porque você passa o dia inteiro assistindo televisão! E você, que quando chega não tira o barro dos sapatos e entra sujando o tapete? E você, que deixa minhas camisas amassadas e eu tenho que passar correndo pela manhã para não chegar atrasado no serviço? E você, que janta no sofá em frente a televisão e deixa a comida cair?" E assim vai, cada vez que um fala, o outro tem uma reclamação para continuar a discussão.
    Quebre o círculo vicioso! Resista acusar seu marido quando for repreendida. Se não está de acordo com a repreensão, não é preciso abaixar a cabeça e simplesmente chorar. Diga que tem um ponto de vista diferente, mas que isso não é motivo para discussão.
    Procure sempre entrar em um consenso. Não precisamos ter sempre a última palavra, o que precisamos é saber ter equilíbrio e perceber o que é mais importante num casamento: ter sempre razão, ou manter a paz do lar?
    Quando seu marido reclamar que a janta ainda não está pronta, lhe diga os motivos reais do porque do atraso. Não responda de forma áspera: "E daí, quantas vezes faço a janta e é você quem se atrasa para o jantar, ou que não está com fome???"
    Procure controlar o vício de acusar sempre, de jogar na cara, de querer humilhar e estar sempre por cima. Casamento não é um campo de batalha, mas um terreno de paz quando aprendemos a conviver com as diferenças de pensamentos e opiniões.
    Muitos maridos não mudam de comportamento durante anos, estão sempre repetindo as mesmas coisas que irritam a esposa, mas a esposa também não colabora e pensa que reclamar vai resolver, quando na verdade, piora tudo.
    Você, mulher de Deus, pode não conseguir mudar seu marido, ou fazer com que ele concorde com todas as suas opiniões, mas você pode com a ajuda do Senhor mudar a si mesma.
    Jogue fora o acusar, o estender de dedo, as palavras ásperas e a ironia nas frases. Seu marido vai perceber a diferença e se sentir motivado a mudar o comportamento também!

    21 de janeiro de 2015

    Série: O discípulo e o crente - Parte 41

    • O crente é pastoreado como ovelha. O discípulo apascenta os cordeiros.
    O crente obediente tem suas vantagens. Se deixa pastorear como ovelha do Senhor, é atento à voz de Deus e procura trilhar o caminho plano se desviando dos caminhos tortuosos.
    Ele faz exatamente aquilo que se espera de uma ovelha, pois a ovelha é considerada um animal manso, tranquilo, obediente ao seu pastor.
    Mas como seria bom se o crente além de ser pastoreado, também se sentisse em condições de apascentar os cordeiros!
    O discípulo faz isso muito bem com seu bom testemunho de vida com Deus.
    Ele trilha o caminho do Senhor e também ajuda aqueles que estão caminhando a prosseguirem. Ele não pensa que a salvação é somente para si, mas todos que caminham junto com Ele ao lado de Jesus são beneficiados pelo seu cuidado e carinho.
    A diferença do discípulo para o crente, é que o primeiro não considera que somente o pastor tem responsabilidade sobre as almas de todos, afinal, ele também faz parte do rebanho e não ficaria feliz de ver uma ovelha se perder.
    O crente não tem toda essa preocupação. Praticamente para ele é cada um por si e o pastor por todos!
    "Eu sou o bom pastor, o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas." João 10:11,12

    Na próxima postagem da série O discípulo e o crente veremos - O crente se retira quando incomodado; o discípulo expulsa quem realmente quer incomodá-lo, os demônios.
    Fique ligada!

     

    15 de janeiro de 2015

    Vestido de noiva

    "Em todo o tempo sejam alvos os teus vestidos, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça." Eclesiastes 9:8
    A Igreja de Cristo representa no mundo sua noiva. Agora imagine uma noiva com uma roupa completamente inapropriada para a cerimônia do seu próprio casamento?
    Em nossos dias, não é difícil ver isso. A noiva de Cristo tem se deixado levar pelos modismos e trajes ditados pelo mundo, se esquecendo que suas vestes devem ser diferentes.
    Em primeiro lugar está a cor do seu vestido, com o qual receberá o Senhor. Uma noiva que chega na igreja com o vestido branco todo sujo, manchado, certamente vai passar uma má impressão aos convidados, e principalmente ao noivo. Demonstrando seu desleixo, falta de cuidado com uma roupa tão especial e com um dia que será único em sua vida, ela entra toda estropiada para o encontro de sua vida. Como será que ela será recebida entrando vestida desse jeito? Seu noivo merece tanto desmazelo?
    Nunca podemos nos esquecer quem somos para o Senhor, sua igreja viva na terra, sua noiva que espera ansiosamente pelo encontro com Ele.
    Uma noiva que espera, estará cuidando de todos os preparativos, principalmente a escolha do vestido. Muitas noivas do Senhor não tem se preocupado com suas vestes, se deixando manchar pelo pecado, pela malícia, pelo coração cheio de maldade, e mesmo numa situação tão ruim como essa, ainda pensam em se encontrar com o Senhor, quando na verdade não estão nem mesmo cuidando da parte importante, que é manter suas vestes brancas.
    Nós não podemos branquear as nossas vestes, só o sangue do Cordeiro pode fazer isso, mas para que isso aconteça temos que abrir o coração e colocar diante de Deus tudo o que está nos manchando, desde os pecados não confessados aos pequenos maus hábitos que não damos importância.
    Quem não se preocupa com os pequenos detalhes na vida espiritual, não estará fortalecida quando os grandes problemas surgirem.
    Muitas noivas do Senhor tinham suas vestes brancas, e se esforçavam sempre para que nada e nem ninguém as manchasse. Mas o tempo de esfriamento espiritual chegou, e elas se envolveram com atividades que sujaram seu vestido branco e por descuido não se preocuparam em pedir ajuda ao Senhor para se limparem e tornarem a ter as vestes brancas de antes.
    É muito triste uma noiva nesta situação: um noivo a quem ela espera e que pode surpreendeê-la a qualquer momento com vestes sujas para a cerimônia do casamento.
    Não permita que o Senhor a encontre desse modo! Ainda há tempo para branquear seu vestido, e torná-lo radiante! O Senhor não a rejeitará se você chegar com toda humildade e lhe confessar que seu vestido que você deveria cuidar em mantê-lo limpo está todo sujo. Ao contrário, o sangue de Cristo nos limpa de toda mancha do pecado. Quando apresentamos nossas fraquezas à Deus, Ele tem o poder de nos restaurar, mas quem vive dando desculpas pelos próprios pecados a palavra é essa:"O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia." Provérbios 28:13
    Quer fazer parte da multidão que se encontrará com o Senhor, vestida de branco? Então não perda seu tempo com coisas que irão manchar suas vestes, ainda dá tempo de se limpar e fazer parte da noiva de Cristo na terra, que se encontrará com Ele.
    "Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos."  Apocalipse 7:9

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...